Um espaço comum, nunca um lugar comum...

21
Mar 09

Há muitos anos atrás vi um filme, no qual entra um dos meus actores preferidos, o Ethan Hawke, que podia ser considerado uma lição de vida. E, entre outras coisas, há um excerto desse filme que guardo sempre na lembrança, porque explica por outro exemplo, o motivo que leva as pessoas a protegerem-se em certas situações, a fugirem de outras...

 

O filme é este...

 

 

 

 

 

Não sei se interessa para agora a sinopse do filme, mas a verdade é que há lá uma parte em que ele lhe pergunta porque é que ela é tão fria para os homens e os afasta, mesmo quando gosta deles. E ela dá-lhe uma explicação muito simples: Imagina uma criança a quem, desde que se conhece como gente, sempre foi dito que o sol faz mal, que brincar ao sol pode trazer consequências muito graves e que, por isso, sempre brincou à sombra, resguardada dentro de casa, sem nunca ter visto a luz do dia. Mas agora imagina que, um dia, essa criança é mandada brincar no jardim num belo dia de verão, com um sol e um calor abrasadores. Como achas que essa criança se sentiria?

 

É exactamente o que eu sinto. E tu ontem deste-me uma lição de vida. Do alto dos teus 25 anos, mostraste-me que há mesmo homens diferentes, mas principalmente, provaste-me que estou ao lado do homem que sempre quis encontrar.

 

Como é que em dois meses tu cresceste tanto e eu nem pensei em acompanhar-te?

 

 

publicado por dory às 11:26
sinto-me: Pronta para crescer também

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO