Um espaço comum, nunca um lugar comum...

25
Dez 10

2011 vai ser o meu último ano em Portugal. A partir de 2012 vou-me juntar aos milhões de portugueses que, por não suportarem mais viver neste buraco, se puseram a andar daqui para fora. A partir de 2012 vou ser emigrante. Vou atrás do que preciso: novas pessoas, novas caras, novos cheiros, novos costumes. Vou atrás do meu sonho e vou fazer algo por mim. Vai ser difícil, vou deixar cá a família, os amigos, a minha filha (durante uns meses apenas) e tudo o que conheço. Mas, apesar de tudo, estou feliz como há já muito tempo não estava. Sinto-me capaz, tenho vontade de lutar, de procurar, de fazer... Sinto-me viva! Tenho objectivos, sonhos, desejos. Quero concretizar, conhecer, experienciar! Quero viver! Quero viver uma vida nova fora daqui e recomeçar do zero!

 

Mudar-me não vai ser tarefa fácil, principalmente nas questões burocráticas, mas quanto mais penso em Nova Iorque, mais vontade tenho para ultrapassar tudo isso e mudar-me duma vez para a "Grande Maçã". Ainda nem sequer está na hora de me ir embora e só consigo pensar no que vou sentir quando puser os pés pela primeira vez em Times Square, em Tribecca, no Empire State Building, no Ground Zero... Há tanto para ver, tanto para viver que eu pareço uma criança  com um brinquedo novo... E lá, vou parecer uma mulher com o bilhete premiado da lotaria na mão.

 

Como se costuma dizer "If you can make it there, you can make it anywhere", por isso, para todos os que perguntam "Porquê NY?" eu respondo... E porque não?


publicado por dory às 03:45
sinto-me: Ansiosa
música: "New York State of Mind" - versão da Alicia Keys

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO