Um espaço comum, nunca um lugar comum...

14
Abr 09

 

"... Se tu me prenderes a ti, a minha vida fica cheia de sol. Fico a conhecer uns passos diferentes de todos os outros passos. Os outros passos fazem-me fugir para debaixo da terra. Os teus hão-de chamar-me para fora da toca, como uma música. E depois... Olha! Estás a ver, ali adiante, aqueles campos de trigo? Eu não como pão e, por isso, o trigo não me serve para nada. Os campos de trigo não me fazem lembrar nada. E é uma triste coisa! Mas os teus cabelos são da cor do ouro. Então, quando eu estiver presa a ti vai ser maravilhoso! Como o trigo é dourado, há-de fazer-me lembrar de ti. E hei-de gostar do barulho do vento a bater no trigo... "

 

in "O Principezinho"

 

 

Sabes, tu não tens o cabelo da cor do trigo, e talvez seja por isso que os campos de trigo não me fazem lembrar de nada. Mas tens um brilho infinito no olhar que me faz ter a certeza de que a vida é muito mais do que aquilo que eu julgo.

 

 

publicado por dory às 16:43
sinto-me:

 

 

 

EMBIRRANTE

 

 

 

publicado por dory às 00:06
sinto-me:

13
Abr 09

 

Três meses e continua a contar.

 

Para além do sentimento, tudo o que o rodeia parece ainda maior a cada dia que passa. As peças encaixam, há a vontade de ir mais longe, de fazer mais coisas.

 

Há a vontade de viver.

 

publicado por dory às 00:48
sinto-me:
música: A nossa, sempre!

10
Abr 09

 

Se pensaram que depois de um título destes viria um post profundo e deprimente (ou não!), enganaram-se redondamente...

 

Hoje deu-me para as célebres, e sempre tão apreciadas, movie quotations. Deu-me para isto e confesso-vos que até me deixou contente porque, acreditem, já me deu para muito pior...  Daí a razão do título deste post, uma das célebres citações do meu all time favourite movie: "O Clube dos Poetas Mortos".

 

Então o que é que eu andei a fazer hoje pela net para passar o tempo? Andei a pesquisar sites relacionados com o tema, obviamente. E dei por mim num site que tinha uma lista, feita pelo livro do Guiness, com as 10 citações de filmes mais célebres de todos os tempos. É certo que a lista data de meados dos anos 90, mas isso também ajuda a perceber que esta "pancada" por citações de filmes não dá todos os dias a toda a gente... (Uff... é sempre bom saber que não somos os únicos!) Continuando, e como sei que estão ansiosos por saber quais são essas 10 citações, cá vão elas:

 

 

 

 

 10º "Gimme a whiskey, ginger ale on the side. And don't be stingy, baby."

("Anna Christie" - 1930)

 

 

9º "You talkin' to me? You talkin' to me? You talkin' to me? Well, who the hell else are you talkin' to? You talkin' to me? Well, I'm the only one here. Who the fuck do you think you're talkin' to?"

(É preciso dizer? "Taxi Driver" - 1976)

 

 

8º "Frankly, my dear, I don't give a damn!"

(Uma das minhas preferidas, "E Tudo o Vento Levou" - 1939)

 

 

7º "I could dance with you till the cows come home...On second thought, I'd rather dance with the cows when you came home."
("Duck Soup" - 1933)

 

 

6º "My Mama always said, 'Life was like a box of chocolates; you never know what you're gonna get.'"

(Esta também preciso dizer? "Forrest Gump" - 1994)

 

 

5º "Would you be shocked if I put on something more comfortable?"

(Uhhhh... "Hell's Angels" - 1930)

 

 

4º "I'll be back"

(Prometeu e cumpriu, a Califórnia que o diga... "The Terminator" - 1984)

 

 

3º "Well, it's not the men in your life that counts, it's the life in your men."

(Apoiado! "I'm No Angel" - 1933)

 

 

2º "Of all the gin joints in all the towns in all the world, she walks into mine."

("Casablanca" - 1942)

 

 

AND LAST BUT NOT LEAST...

 

 

1º "... Bond, James Bond."

(E se for dito pelo Sean Connery... "James Bond" - Timeless...)

 

 

É claro que depois de ler a lista consegui idenificar algumas das frases, outras nem por isso, mas fiquei com vontade de tentar fazer uma lista semelhante, com frases de filmes mais recentes (tão a ver como me consegue dar para pior?) Então aqui vão, desta vez sem nenhuma ordem específica:

 

 

1 - "ET phone home."

(Este não vou dizer mesmo... - 1982)

 

 

2- "Hasta la vista, baby"

("Exterminador Implacável 2: O Dia do Julgamento" - 1991)

 

 

3 - "Martini. Shaken, not stirred..."

(James Bond)

 

 

4- "Carpe diem. Seize the day, boys."

("O Clube dos Poetas Mortos" - 1989)

 

 

5 - "Go ahead; make my day."
("Sudden Impact" - 1983)

 

 

6 - "I feel the need... The need for speed!"

(Como é que ninguém se lembrou desta no Guiness? "Top Gun" - 1986)

 

 

7 - "I see dead people"

("O Sexto Sentido" - 1999)

 

 

8 - "I'm the king of the world"

("Titanic" - 1997)

 

 

9 - "My precious"

("O Senhor dos Anéis" - 2002)

 

 

10 - "Show me the money!"

("Jerry Maguire" - 1996)

 

 

11 - "There's no place like home"

("O Feiticeiro de Oz" - 1939)

 

 

12 - "We'll always have Paris"

("Casablanca" - 1942)

 

 

13 - "ADRIANNNN"

("Rocky" - 1976)

 

 

14 - "May the force be with you"

("Guerra das Estrelas")

 

 

 

E pronto, já chega. Mas olhando para a lista enorme que tenho aqui em cima, chego à conclusão que os senhores do Guiness deviam perder um bocadinho mais de tempo com este assunto... Se calhar vou-lhes enviar este post...

 

Se pensam que me fiquei por aqui, voltam a estar enganados... Esta pesquisa só me fez ter vontade de ler mais, de procurar mais. Nos entretantos encontrei os melhores excertos de filmes, os melhores monólogos, as melhores últimas frases, as melhores primeiras frases... É A LOUCURA!!!!

 

 

publicado por dory às 17:19
sinto-me: Cheia de ideias brilhantes...
música: "Eye of the Tiger" - Já agora bandas sonoras famosas

04
Abr 09

 

... tenho de confessar que sou uma pessoa complicada por natureza. Nada de novo, há muita gente assim, e há pessoas piores ainda. E tenho de confessar também que não tenho o melhor feitio do mundo. Mas sou a primeira a avisar que tenho péssimo feitio. Se pudesse ser de outra maneira, eu era. Se pudesse ter um feitio melhor, fácil de aturar, mais fácil ainda de gostar, eu tinha.

 

Gostava de poder dizer que tive uma vida fácil, que nunca me deu muito trabalho, que não me fez aprender e crescer sozinha, mas ia estar a mentir. Também gostava de poder dizer que o meu mau feitio e os meus defeitos não advêm do dificil por que passei, mas, mais uma vez, ia estar a mentir. Sou daquelas pessoas que pura e simplesmente não conseguem estar bem pelo simples motivo de que não estou habituda.

 

No entanto, há várias características das quais até gosto em mim, isto não podia ser tudo mau... E a característica de que mais gosto é o facto de não conseguir estar muito tempo chateada com alguma coisa, ou com alguém. Sou daquelas pessoas que grita, esperneia, descabela-se, diz tudo o que pensa e, principalmente, o que não pensa, mas que, ao fim de cinco minutos, consegue perguntar à pessoa com quem acabou de discutir se esta gostou do filme que deu ontem na televisão. Eu sou exactamente assim. Enquanto a restante população mundial se fecha na sua bolha, reflecte sobre aquilo que se passou, fica, ou não, ofendida com o que disse ou com o que ouviu, eu sigo em frente como se nada se tivesse passado. Não é que não tenha acontecido nada, apenas não vejo necessidade de passar uma eternidade a bater na mesma tecla, a repetir o que já foi falado, a dizer ainda mais coisas que mais valia que ficassem guardadas. E faz-me uma confusão desgraçada que as pessoas não sejam todas assim.

 

Sei que não é fácil para as outras pessoas viverem comigo, mas acreditem que também não é facil para mim viver com as outras pessoas ;)

 

 

 

publicado por dory às 21:16
sinto-me:
música: Hoje não me apetece cantar...

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO